Category

EMBRAPA

1674 record(s)
 
Type of resources
Available actions
Topics
Categories
Keywords
Contact for the resource
Provided by
Representation types
Update frequencies
status
Scale
From 1 - 10 / 1674
  • Categories  

    A camada de informação dos padrões morfológicos do habitat foi gerada para uma Unidade Amostral de Paisagem (UAP), pertencente a uma subamostra de 18 UAPs do Inventário Florestal Nacional do Brasil (IFN-BR). As UAPs são unidades de área de 10 x 10 km, distribuídas em um grid nacional a cada 40 km. As classes morfológicas de padrão espacial qualificam o habitat segundo a distribuição espacial de seus componentes, tais como borda, área core e conectores, por exemplo. A análise dessa distribuição permite inferir a intensidade de fragmentação, as opções de conectividade disponíveis e o efeito de bordas sobre a paisagem. A metodologia de geração da camada consiste na aplicação de uma sequência de operadores morfológicos matemáticos sobre um mapa binário, em que o foreground ou primeiro plano é representado pela classe de cobertura arbóreo/arbustiva (habitat) e as demais classes constituem o background ou segundo plano, exceto as massas de água, que se encaixam na classe de dados ausentes ou missing data. Usando-se a Análise Morfológica de Padrões Espaciais (MSPA), disponível no aplicativo GuidosToolbox, o foreground é segmentado em sete classes de padrão morfológico. A equipe do Laboratório de Monitoramento Ambiental da Embrapa Florestas foi responsável pela elaboração do arquivo vetorial que representa as classes MSPA, no ano de 2018, com base em mapa de uso e cobertura gerado a partir de imagens RapidEye, com 5 metros de resolução, obtidas em 2014.

  • Categories  

    Este plano de informação representa a distribuição espacial do zoneamento agroecológico para eucalipto nos municípios de Corumbá e Ladário, Mato Grosso do Sul. Escala 1:100.000.

  • Categories  

    Este mapa representa a distribuição espacial do zoneamento agroecológico para abacaxi no município de Corguinho, Mato Grosso do Sul. Escala 1:100.000.

  • Categories  

    Este plano de informação representa a distribuição espacial do limite superior (p=0.05) da predição da salinidade (condutividade elétrica) do solo (dS/m) a 30-100 cm do Brasil. Foram produzidos por mapeamento digital de solos a partir de dados legados de solos, covariáveis geoespaciais disponíveis gratuitamente e software livre. Eles foram produzidos como parte integrante do Programa Nacional de Levantamento e Interpretação de Solos do Brasil (PronaSolos) e comporão o Mapa Global de Solos Afetados por Sais da Aliança Mundial pelo Solo. O relatório técnico anexado aos mapas apresenta a metodologia usada, estatísticas dos dados e mapas produzidos, índices de erro das predições, forma de citação dos mapas e aviso sobre o seu uso. Agradecemos aos provedores dos dados de solos, covariáveis geoespaciais e software usados. Perguntas e sugestões para melhorar a qualidade desses mapas são bem-vindas. O mapa possui resolução espacial de 1km. As camadas em formato raster e o relatório técnico estão disponíveis no link <http://geoinfo.cnps.embrapa.br/documents/2911>.

  • Categories  

    Este plano de informação representa a distribuição espacial do Zoneamento agroecológico para abacaxi no município de Aquidauana, Mato Grosso do Sul. Escala 1:100.000.

  • Categories  

    Este arquivo vetorial (polígonos) contém informações do potencial pedoclimático da área de influência do canal das vertentes litorâneas da Paraíba para a cultura do sorgo no manejo B (média tecnologia) e cenário pluviométrico regular. O trabalho é resultado de parceria entre a Embrapa Solos e a Secretaria de Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca do Estado da Paraíba (SEDAP-PB), no âmbito do projeto Zon-PB . A área de estudo abrange 5.144 km², compreendendo parte do litoral, zona da mata e agreste do estado. O objetivo do trabalho é possibilitar um melhor planejamento territorial e obtenção de vantagens competitivas pelos tomadores de decisão na definição de programas e projetos de apoio à implantação de culturas agrícolas, otimizando a aplicação de recursos financeiros e o uso dos recursos naturais.

  • Categories  

    Este arquivo vetorial (polígonos) contém informações do potencial pedoclimático da área de influência do canal das vertentes litorâneas da Paraíba para a cultura da cana-de-açúcar no manejo B (média tecnologia) e cenário pluviométrico chuvoso. O trabalho é resultado de parceria entre a Embrapa Solos e a Secretaria de Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca do Estado da Paraíba (SEDAP-PB), no âmbito do projeto Zon-PB . A área de estudo abrange 5.144 km², compreendendo parte do litoral, zona da mata e agreste do estado. O objetivo do trabalho é possibilitar um melhor planejamento territorial e obtenção de vantagens competitivas pelos tomadores de decisão na definição de programas e projetos de apoio à implantação de culturas agrícolas, otimizando a aplicação de recursos financeiros e o uso dos recursos naturais.

  • Categories  

    Este dado espacial refere-se a aptidão climática para a cultura da cana-de-açúcar na área das vertentes litorâneas da Paraíba durante o cenário regular em formato shapefile (polígonos).

  • Categories  

    O mapa de teor de carbono orgânico do solo (g/kg) a 5-15 cm do Brasil e seus mapas de incerteza, na resolução espacial (tamanho de pixel) de 90 m, foram produzidos por mapeamento digital de solos a partir de dados legados de solos, covariáveis geoespaciais disponíveis gratuitamente e software livre. Eles foram produzidos como parte integrante do Programa Nacional de Levantamento e Interpretação de Solos do Brasil (PronaSolos) e financiados pelo projeto Embrapa 10.18.03.024.00.00 intitulado "Mapas Nacionais de Atributos do Solo: Contribuição ao PronaSolos, GlobalSoilMap e Aliança Mundial pelo Solo". O relatório técnico anexado ao mapa apresenta a metodologia usada, estatísticas dos dados de entrada e mapa produzido, índices de erro das predições, forma de citação do mapa e aviso sobre o seu uso. Agradecemos aos provedores dos dados de solos, covariáveis geoespaciais e software usados. O mapa de teor de carbono orgânico do solo a 5-15 cm do Brasil e seus mapas de incerteza contém erros e pixels com valores faltantes. Pixels contendo solos rasos, afloramentos de rocha, dunas, áreas urbanas e corpos d'água não foram excluídos da análise. Os autores, contribuidores e suas instituições se isentam de qualquer responsabilidade sobre danos e prejuízos advindos do uso direto ou indireto dos mapas. Perguntas e sugestões para melhorar a qualidade dos mapas são bem-vindas. O relatório técnico está disponível no link <http://geoinfo.cnps.embrapa.br/documents/3372>.

  • Categories  

    A camada de informação de interface de bordas foi gerada para uma Unidade Amostral de Paisagem (UAP), pertencente a uma subamostra de 18 UAPs do Inventário Florestal Nacional do Brasil (IFN-BR). As UAPs são unidades de área de 10 x 10 km, distribuídas em um grid nacional a cada 40 km. O modelo de interface de bordas é derivado da integração do mosaico da paisagem (LM) e do modelo morfológico (MSPA), sendo caracterizado de acordo com a similaridade de habitats adjacentes (bordas de cobertura arbórea/arbustiva ao longo de áreas naturais ou semi-naturais, ou mais antrópicas ou artificiais). As informações dessa camada podem ser usadas para outras análises espaciais, como, por exemplo, quantificar o percentual de bordas, conectores e ilhas de vegetação que apresentam vizinhança natural ou artificial (de natureza antrópica) e assim avaliar o grau de pressão que a vizinhança exerce sobre os fragmentos florestais. A equipe do Laboratório de Monitoramento Ambiental da Embrapa Florestas foi responsável pela elaboração dos arquivos vetoriais, produzidos em 2018.