From 1 - 10 / 24
  • Categories  

    O projeto Terra Legal surgiu a partir do mutirão Arco Verde que reuniu diversos órgãos federais com o objetivo de preservar a Amazônia. É coordenado pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário e têm por finalidade a regularização fundiária de legítimas ocupações dando prioridade a pequenos produtores. Pretende-se titular propriedades de terras públicas não destinadas (que não constituem áreas especiais ou áreas de administração militar) e ocupadas por posseiros no âmbito da Amazônia Legal Brasileira visando-se a regularização de imóveis de até 15 módulos fiscais que tenham sido ocupados até 01 de dezembro de 2011. Além da regularização fundiária de áreas rurais, existem ações de regularização fundiária urbana, onde o Terra Legal irá doar as áreas medidas de núcleos urbanos às prefeituras. Existem, no projeto, quatro etapas de desenvolvimento, são elas: cadastramento, georreferenciamento, titulação e pós-titulação. Dentre estas quatro etapas, a equipe de apoio formada por bolsistas do Centro Regional de Porto Velho (CTO-PV) atuou no que compete a pré-titulação (fase que fica entre o georreferenciamento e a titulação) e pós-titulação. Na OS 007/2011 geraram-se shapefiles considerando memoriais descritivos e plantas baixas em PDF fornecidos pelo MDA referentes aos Proojetos de Assentamento Aymaré, Porto Esperança e Yamin, localizados no estado do Mato Grosso - MT.

  • Categories  

    O projeto Terra Legal surgiu a partir do mutirão Arco Verde que reuniu diversos órgãos federais com o objetivo de preservar a Amazônia. É coordenado pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário e têm por finalidade a regularização fundiária de legítimas ocupações dando prioridade a pequenos produtores. Pretende-se titular propriedades de terras públicas não destinadas (que não constituem áreas especiais ou áreas de administração militar) e ocupadas por posseiros no âmbito da Amazônia Legal Brasileira visando-se a regularização de imóveis de até 15 módulos fiscais que tenham sido ocupados até 01 de dezembro de 2011. Além da regularização fundiária de áreas rurais, existem ações de regularização fundiária urbana, onde o Terra Legal irá doar as áreas medidas de núcleos urbanos às prefeituras. Existem, no projeto, quatro etapas de desenvolvimento, são elas: cadastramento, georreferenciamento, titulação e pós-titulação. Dentre estas quatro etapas, a equipe de apoio formada por bolsistas do Centro Regional de Porto Velho (CTO-PV) atuou no que compete a pré-titulação (fase que fica entre o georreferenciamento e a titulação) e pós-titulação. A OS 010/2011 remete à espacialização e criação de ODSs das fazendas: Bela Vista, Diamante, Elis, Granada, Nossa Senhora Aparecida, Promissão, Santa Fé, São Francisco II, São José e Triangulo no estado do Mato Grosso.

  • Categories  

    O projeto Terra Legal surgiu a partir do mutirão Arco Verde que reuniu diversos órgãos federais com o objetivo de preservar a Amazônia. É coordenado pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário e têm por finalidade a regularização fundiária de legítimas ocupações dando prioridade a pequenos produtores. Pretende-se titular propriedades de terras públicas não destinadas (que não constituem áreas especiais ou áreas de administração militar) e ocupadas por posseiros no âmbito da Amazônia Legal Brasileira visando-se a regularização de imóveis de até 15 módulos fiscais que tenham sido ocupados até 01 de dezembro de 2011. Além da regularização fundiária de áreas rurais, existem ações de regularização fundiária urbana, onde o Terra Legal irá doar as áreas medidas de núcleos urbanos às prefeituras. Existem, no projeto, quatro etapas de desenvolvimento, são elas: cadastramento, georreferenciamento, titulação e pós-titulação. Dentre estas quatro etapas, a equipe de apoio formada por bolsistas do Centro Regional de Porto Velho (CTO-PV) atuou no que compete a pré-titulação (fase que fica entre o georreferenciamento e a titulação) e pós-titulação. A OS 006/2011 compreende 44 Glebas no Estado do Mato Grosso. A espacialização foi realizada através dos dados das plantas baixas, sem geração de planilhas ODS.

  • Categories  

    O projeto Terra Legal surgiu a partir do mutirão Arco Verde que reuniu diversos órgãos federais com o objetivo de preservar a Amazônia. É coordenado pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário e têm por finalidade a regularização fundiária de legítimas ocupações dando prioridade a pequenos produtores. Pretende-se titular propriedades de terras públicas não destinadas (que não constituem áreas especiais ou áreas de administração militar) e ocupadas por posseiros no âmbito da Amazônia Legal Brasileira visando-se a regularização de imóveis de até 15 módulos fiscais que tenham sido ocupados até 01 de dezembro de 2011. Além da regularização fundiária de áreas rurais, existem ações de regularização fundiária urbana, onde o Terra Legal irá doar as áreas medidas de núcleos urbanos às prefeituras. Existem, no projeto, quatro etapas de desenvolvimento, são elas: cadastramento, georreferenciamento, titulação e pós-titulação. Dentre estas quatro etapas, a equipe de apoio formada por bolsistas do Centro Regional de Porto Velho (CTO-PV) atuou no que compete a pré-titulação (fase que fica entre o georreferenciamento e a titulação) e pós-titulação. A OS 012/2011 remete à espacialização e criação de áreas urbanas municipais do estado do Mato Grosso. A espacialização foi feita utilizando-se os arquivos TXT, sem geração de ODS.

  • Categories  

    O projeto Terra Legal surgiu a partir do mutirão Arco Verde que reuniu diversos órgãos federais com o objetivo de preservar a Amazônia. É coordenado pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário e têm por finalidade a regularização fundiária de legítimas ocupações dando prioridade a pequenos produtores. Pretende-se titular propriedades de terras públicas não destinadas (que não constituem áreas especiais ou áreas de administração militar) e ocupadas por posseiros no âmbito da Amazônia Legal Brasileira visando-se a regularização de imóveis de até 15 módulos fiscais que tenham sido ocupados até 01 de dezembro de 2011. Além da regularização fundiária de áreas rurais, existem ações de regularização fundiária urbana, onde o Terra Legal irá doar as áreas medidas de núcleos urbanos às prefeituras. Existem, no projeto, quatro etapas de desenvolvimento, são elas: cadastramento, georreferenciamento, titulação e pós-titulação. Dentre estas quatro etapas, a equipe de apoio formada por bolsistas do Centro Regional de Porto Velho (CTO-PV) atuou no que compete a pré-titulação (fase que fica entre o georreferenciamento e a titulação) e pós-titulação. A OS 004/2011 compreende 345 lotes das glebas Alegre Buriti I e II, Pilãozinho, Macaco, Ribeirão Café, Vale do XV, Pontal do Verde, Ribeirão Grande, Rio Verde, Tamborim, Liberdade, Portal do Verde I e II, Beija-Flor, Vale do Tartaruga, Celeste e Triângulo, localizados no Estado do Mato Grosso.

  • Categories  

    O projeto Terra Legal surgiu a partir do mutirão Arco Verde que reuniu diversos órgãos federais com o objetivo de preservar a Amazônia. É coordenado pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário e têm por finalidade a regularização fundiária de legítimas ocupações dando prioridade a pequenos produtores. Pretende-se titular propriedades de terras públicas não destinadas (que não constituem áreas especiais ou áreas de administração militar) e ocupadas por posseiros no âmbito da Amazônia Legal Brasileira visando-se a regularização de imóveis de até 15 módulos fiscais que tenham sido ocupados até 01 de dezembro de 2011. Além da regularização fundiária de áreas rurais, existem ações de regularização fundiária urbana, onde o Terra Legal irá doar as áreas medidas de núcleos urbanos às prefeituras. Existem, no projeto, quatro etapas de desenvolvimento, são elas: cadastramento, georreferenciamento, titulação e pós-titulação. Dentre estas quatro etapas, a equipe de apoio formada por bolsistas do Centro Regional de Porto Velho (CTO-PV) atuou no que compete a pré-titulação (fase que fica entre o georreferenciamento e a titulação) e pós-titulação. A OS 013/2011 remete a espacialização através de arquivos txt (sem criação de ods) de 30 parcelas das glebas Conceição e Guaporé - Rondônia.

  • Categories  

    O projeto Terra Legal surgiu a partir do mutirão Arco Verde que reuniu diversos órgãos federais com o objetivo de preservar a Amazônia. É coordenado pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário e têm por finalidade a regularização fundiária de legítimas ocupações dando prioridade a pequenos produtores. Pretende-se titular propriedades de terras públicas não destinadas (que não constituem áreas especiais ou áreas de administração militar) e ocupadas por posseiros no âmbito da Amazônia Legal Brasileira visando-se a regularização de imóveis de até 15 módulos fiscais que tenham sido ocupados até 01 de dezembro de 2011. Além da regularização fundiária de áreas rurais, existem ações de regularização fundiária urbana, onde o Terra Legal irá doar as áreas medidas de núcleos urbanos às prefeituras. Existem, no projeto, quatro etapas de desenvolvimento, são elas: cadastramento, georreferenciamento, titulação e pós-titulação. Dentre estas quatro etapas, a equipe de apoio formada por bolsistas do Centro Regional de Porto Velho (CTO-PV) atuou no que compete a pré-titulação (fase que fica entre o georreferenciamento e a titulação) e pós-titulação. Na OS 007/2010 geraram-se mapas impressos e em formatos digitais em escalas adequadas para identificação de 17 lotes aptos à titulação pertencentes à Gleba Conceição, estado de Rondônia

  • Categories  

    O projeto Terra Legal surgiu a partir do mutirão Arco Verde que reuniu diversos órgãos federais com o objetivo de preservar a Amazônia. É coordenado pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário e têm por finalidade a regularização fundiária de legítimas ocupações dando prioridade a pequenos produtores. Pretende-se titular propriedades de terras públicas não destinadas (que não constituem áreas especiais ou áreas de administração militar) e ocupadas por posseiros no âmbito da Amazônia Legal Brasileira visando-se a regularização de imóveis de até 15 módulos fiscais que tenham sido ocupados até 01 de dezembro de 2011. Além da regularização fundiária de áreas rurais, existem ações de regularização fundiária urbana, onde o Terra Legal irá doar as áreas medidas de núcleos urbanos às prefeituras. Existem, no projeto, quatro etapas de desenvolvimento, são elas: cadastramento, georreferenciamento, titulação e pós-titulação. Dentre estas quatro etapas, a equipe de apoio formada por bolsistas do Centro Regional de Porto Velho (CTO-PV) atuou no que compete a pré-titulação (fase que fica entre o georreferenciamento e a titulação) e pós-titulação. A OS 011/2010A remete a espacialização e ciração de planilhas ODS de 203 parcelas das glebas Afluente e Arez, localizadas no estado do Acre.

  • Categories  

    O projeto Terra Legal surgiu a partir do mutirão Arco Verde que reuniu diversos órgãos federais com o objetivo de preservar a Amazônia. É coordenado pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário e têm por finalidade a regularização fundiária de legítimas ocupações dando prioridade a pequenos produtores. Pretende-se titular propriedades de terras públicas não destinadas (que não constituem áreas especiais ou áreas de administração militar) e ocupadas por posseiros no âmbito da Amazônia Legal Brasileira visando-se a regularização de imóveis de até 15 módulos fiscais que tenham sido ocupados até 01 de dezembro de 2011. Além da regularização fundiária de áreas rurais, existem ações de regularização fundiária urbana, onde o Terra Legal irá doar as áreas medidas de núcleos urbanos às prefeituras. Existem, no projeto, quatro etapas de desenvolvimento, são elas: cadastramento, georreferenciamento, titulação e pós-titulação. Dentre estas quatro etapas, a equipe de apoio formada por bolsistas do Centro Regional de Porto Velho (CTO-PV) atuou no que compete a pré-titulação (fase que fica entre o georreferenciamento e a titulação) e pós-titulação. A OS 017/2011 remete a produção de planilhas em extensão “ods” do Parcelamento da Gleba Conceição e Terra Firme localizadas no município de Costa Marques e São Francisco do Guaporé no estado de Rondônia.

  • Categories  

    Carta gerada para o MDA através das parcelas do setor Santa Fé da gleba Conceição.